Fusão dos Ministérios do Meio Ambiente e da Agricultura

     Em meio ao contexto politico que atualmente se vive o Brasil, foi levantada a questão de fundir esses dois ministérios em um só, pelo motivo de aumentar a produtividade do país sendo que a agricultura é geradora de muita renda para o Brasil, e em questão de leis e combate ao desmatamento isto afeta de certa forma o ramo do agronegócio, prejudicando aqueles que querem explorar mais áreas.

     Mas muitas críticas a respeito do assunto estão sendo ressaltadas contra o ato. O Brasil conta com uma grande biodiversidade natural de bastante relevância: como a floresta amazônica, diversos biomas e água doce, que garante que o nosso país seja um dos maiores produtores de alimento do mundo.

     Esta fusão pode levar a vários problemas, inclusive na interferência do combate ao desmatamento e incêndios florestais.

     Segundo a ONG Greenpeace Brasil, podemos e devemos produzir sem desmatar. Isso nos torna mais competitivo. Enfraquecer o Ministério do Meio Ambiente e, consequentemente, o IBAMA coloca o Brasil no caminho oposto, na contramão do mundo, prejudicando o país em vários sentidos.

     Outro obstáculo temido é a precarização do controle e preservação de áreas verdes e de recursos hídricos. Pois alguns criticam bastante a atuação do setor ambiental por impedimento que se põe ao agronegócio.

     Segundo alguns cientistas afirmam que esta decisão não é favorável para nenhuma das pastas visto que a agricultura pode sofrer com prejuízos comerciais e o meio ambiente perdas irreparáveis para conservação e uso sustentável do patrimônio natural do país, e porque são setores totalmente diferentes, e que esta fusão acirraria ainda mais os conflitos entre estas duas áreas.

     Além de ressaltarmos a importância que a agricultura tem para o desenvolvimento do país, temos que ter ciência que para continuarmos a explorar os recursos naturais e a terra para garantir a produção, devemos acima de tudo preservar o meio ambiente e os recursos naturais que o mesmo nos proporciona. Pois o homem cada vez mais quer aumentar sua produção agrícola deixando um pouco de lado a visão de preservação dos ecossistemas, o que afeta muito esta atividade, trazendo como exemplo a floresta amazônica que vem sendo bastante desmatada, e que influencia muito na quantidade de chuva do nosso país sendo ela um dos fatores cruciais na agricultura.

Fontes:

https://www.greenpeace.org/brasil/press/posicionamento-do-greenpeace-sobre-anuncio-de-fusao-dos-ministerios-da-agricultura-e-meio-ambiente/

https://www.nexojornal.com.br/expresso/2018/10/31/Por-que-fundir-Agricultura-e-Meio-Ambiente-%C3%A9-um-problema

https://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2018-10-31/fusao-dos-ministerios.html

https://ciencia.estadao.com.br/blogs/herton-escobar/cientistas-questionam-logica-da-fusao-de-ministerios-do-meio-ambiente-e-agricultura/

Autora:

               Taís da Rosa Teixeira

               Consultora de Recursos Humanos ECAPE Jr

Empresa Junior de Consultoria Agronômica e Planejamento Estratégico – ECAPE

 Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel - FAEM

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Segunda - Sexta

08:00 ás 18:00

ENDEREÇO

Av. Eliseu Maciel Capão do Leão - RS, Brasil - 96010-610

                  EMAIL

   ecape.faem@gmail.com

                 TELEFONE

   (53) 3275 - 7540

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now